quinta-feira, 13 de maio de 2010

comida colorida

Como eu almoço sozinha, muitas vezes fico morrendo de preguiça de cozinhar só pra mim. E rola uma omelete, macarrão rápido ou o soborô do dia anterior. Outras vezes, me dá um prazer fazer uma comidinha pro meu almoço como um agrado. Confesso que nas últimas semanas eu andava meio relapsa comigo mesma. Então, hoje resolvi ir à cozinha. E, vendo o prato colorido e bonito, não resisti e tirei uma foto, já pensando nesta postagem. Sim, eu tiro foto de comida em qualquer lugar e a qualquer hora. Uma coisa meio de louca que sou, mas até marido está aderindo a esta mania e, quando estou distraída ou com vergonha em algum lugar público, ele vem e diz:  "não vai tirar foto desta comida? vai ficar legal no seu flickr, hein?" (^_^)

O cardápio de hoje foi frango e berinjela grelhados, purê de batata e salada de cenoura e agrião. Simples, saudável e gostoso. :-)

Eu gosto de pratos com muitas cores, a começar pela louça (perceberam?). Acho que é uma das minhas heranças japonesas. Vocês já repararam que os restaurantes japoneses tradicionais geralmente são bem iluminados? E que os pratos são bem arrumados e coloridos? Pois então, para eles, o ato de comer é um ato de prazer e deve deleitar todos os sentidos. Ou seja:
- o ambiente não deve ser muito escuro para que se possa enxergar a comida e o prato arrumado e colorido, para satisfazer à visão;
- a comida deve ter um cheiro bom, satisfazendo o olfato;
- alguns pratos se come com a mão, outros têm texturas diversas, sensíveis ao tato;
- ao se tomar sopas e caldos, os japoneses fazem barulho (o que nem sempre é agradável a nós, ocidentais), outras vezes, temos comidas crocantes, que atendem à audição;
- e, finalmente (e mais óbvio), o gosto propriamente dito da comida agrada o paladar. Sem falar no ambiente tranquilo, no intervalo exclusivo do seu dia, para que se possa prestar atenção a tudo isso e realmente se alegrar com o ato de comer.

Eu não gosto de comer correndo, qualquer coisa, de qualquer jeito. Se faço isso, fico com a sensação de que está faltando algo no meu dia e preciso parar para uma boa comidinha. Mesmo nas lanchonetes, comendo sanduíches, preciso sentar, respirar e comer.
A minha família sempre teve uma rotina muito corrida desde criança, mas a hora da refeição era sagrada: todos sentados juntos, tevê desligada, conversando sobre o dia e sendo feliz comendo. É bem verdade que hoje, na casa da minha mãe, só  se senta à mesa mesmo quando todos se reúnem, geralmente a refeição acontece vendo a novela/noticiário. Aqui em casa ultimamente temos comido em frente à tevê também pela pressa ou pela hora avançada da janta (trabalhamos até tarde nos dias de semana).
Mas nos finais de semana procuramos colocar a toalha e arrumar a mesa, mesmo que seja só marido e eu. Parece que, assim, tiramos um 'tempo para nós' em meio à correria louca de todo-dia.
***

5 comentários:

Denise disse...

Eu adoro fazer comida só pra mim. Quando trabalhava em casa, parava todos os dias na hora do almoço pra preparar quase sempre a mesma coisa: arroz, feijão, uma salada e uma carne. E montava a mesa pra mim mesma, às vezes com algum amigo, na maioria, sozinha. E sempre tive a mesma pira: queria tirar fotos dos pratos! hahahahha
Acho que cozinhar é muito afeto - e é bom quando fazemos pra nós mesmos. <3

harumi disse...

taí, tb acho que cozinhar é muito afeto! =D

Carla, Julio e Nuno disse...

Eu também sou assim, como leeentamente, sentido o gosto de cada coisa e sentindo cada misturinha. Bom, agora, comendo com o Nuno...é uma aventura, qse sempre como frio...hehehe...É, é uma outra etapa, qse nem consigo sentir mais o gosto das coisas...como assim, só engolindo...Ah, mas aos poucos a coisa tá mudando, a comida já não esfria no prato sempre...kkk! Bom...mas devo dizer que adoro comer e pra mim tem que ter prazer nessa hora! Pratos lindos e coloridos SIIIM!!

c r i s disse...

Coisinhas simples e carinhosas, não é perca de tempo, é carinho mesmo, com a gente e com os outros... muito bom, né? Preciso muito disso aqui em casa, ultimamente, pela pressa, comemos cada um em um horário...ô vidinha corrida!! Tá na hora de um STOP!!! Bjinho!!

artesanal.blog disse...

Ih, aqui em casa a TV já ganhou um espaço que não deveria ser dela... hehe - um péssimo hábito que precisamos mudar logo!

E como o marido trabalha quase todos os sábados, acaba sobrando só o domingo mesmo para compartilhar o horário do almoço juntos.

O bom é que adoramos cozinhar e experimentar receitas diferentes, então sempre que esse programa dá certo, é uma festa (mesmo a dois). ;)