domingo, 20 de março de 2011

Chegada triunfal!

Tiramos umas miniférias e fomos passear em Nova Iorque. Ah, claro que amei o passeio, amei a cidade e, claro, quero voltar lá. E me senti muito glamurosa e chique, né, gente! Agora vou virar uma daquelas pessoas metidas e bestas que começam as frases com "Quando eu estive em Nova Iorque" ou "Porque lá em Nova Iorque"... hahahahahahaha... E vou compartilhar com vocês o meu primeiro dia lá em Nova Iorque (reparem o tom esnobe e carregado de um sotaque brega imitando o inglês americano) cheio de glamour e chiqueza! rá!
NY, visto da Ponte do Brooklin
Depois de uma looonga viagem, chegamos à Big Apple ainda nas primeiras horas do dia. Como não queríamos perder tempo, fomos conhecer pontos turísticos da cidade desesperadamente. Estava muito frio, principalmente para pessoas que não estão mais acostumadas com a temperatura de cinco graus (saímos do verão do Rio com mais de 30º...). E um vento gelado que vinha de todos os lados. Começamos a andar loucamente, num desespero para conhecer o maior número possível de lugares em um tempo mínimo, como se precisássemos bater algum recorde. Tudo isso sem nem conhecer nada da cidade, nem do sistema de transporte deles. 
Daí que, em meio ao cansaço, à tensão dos ombros com tanta roupa a vestir, ao vento gelado que cortava o rosto e à falta de uma refeição decente durante todo o dia, o humor dos dois turistas-recordistas estava pra lá de péssimo. Para piorar (e provavelmente devido aos motivos citados na frase anterior), estávamos com uma #*&@! dor de cabeça. 
olha a cara de "superlegal este vento!", no ferry em direção a Estaten Island, para ver a Estátua da Liberdade...
Mas até aí, você deve estar se perguntando: "Tá, e daí? Só uma viagem planejada por dois loucos sem-noção..." Pois é, mas o inusitado aconteceu depois e foi a cereja-no-topo-do-bolo!
Andando no extremo sul da ilha de Manhattan, uma revoada de pombos passou  por nós. E eu senti algo caindo na minha cabeça. Percebi na hora um pequeno peso no meu cabelo, mas não quis acreditar!! Aguardei uns minutos, achando que tinha sido apenas uma impressão e, se ninguém estava me olhando, não devia ter acontecido nada de mais. Mas a sensação do  'pesinho'  ficou me incomodando... Até que perguntei pro marido se havia algo no meu cabelo, "olha aqui ó"! Ele olhou com cuidado, fez uns segundos de silêncio, e... caiu na gargalhada!!!! Meio se desculpando, não se conteve e caiu na gargalhada! E eu tive a confirmação de que havia recebido um presentinho de um pombo new yorker! Tive meu momento de "ó vida, como isso pôde acontecer comigo?", mas logo achei engraçado também! Afinal, eu devo ser uma das poucas pessoas que têm uma chegada tão original e triunfal em uma das cidades mais chiques do mundo!!!!! Superprivilegiada, não? \O_O/
(Antes que perguntem, não, não tenho foto do evento-cereja-do-bolo... Era só o que me faltava...)
Paramos em um McDonalds (que existem em todas as esquinas),  pedimos um café para disfarçar, pegamos muitos guardanapos e sentamos num cantinho. Marido procedeu à limpeza do meu cabelo, sempre soltando umas exclamações e dando risadinhas, comentários do tipo: "Nossa, quanto cocô!!!" ou "Acho que agora tirei tudo... Não, peraí, ainda tem mais!" ou "Isso não acaba nunca?"
Enfim, não sei como ficou, pois nem quis olhar e confiei totalmente nas palavras do marido. Tem coisas que, se não virmos, não saberemos. E, definitivamente, tem coisas que não precisamos saber nesta vida! 
Depois disso, respiramos fundo, diminuímos o ritmo e procuramos nos alimentar melhor nos outros dias em que estivemos na cidade. E isso foi ótimo! Seria um desperdício ficar de mau-humor em uma das cidades mais legais do mundo, não é?
* Minha dica pessoal para passeios em NY: tome muita água, não se desespere e use gorro ou chapéu sempre! (^_^)v

15 comentários:

Anônimo disse...

Hahahaha
Adorei Ha!
Beijos!
Marcela

MariBR disse...

Muito bom... Mas quero saber mais sobre o passeio...

Beijos

harumi disse...

oi, marcela!
oi, mari!
aguardem que logo vem mais fotos da viagem!
beijocas,
da harumi

IsaBela disse...

hahahhaha... só vc mesmo!!!
ir até lá pra levar uma cagada de pombo... hahahaha...
mas... pelo menos é chique, né!?
beijos

Suiane Maria disse...

hahahaha... eu levei uma "cagada" em Paris...

harumi disse...

oioi, Bela! e não é? chique e muito harumi... hahahaha...

oioi, su! ah, passarinhos parisienses tb são chiques, não? ;-p

Cós de Minas disse...

Querida,

Dizem que é sorte uma cagadinha na cabeça...rs...pelo menos, os pombos são americanos!!!!!!!!!!!

harumi disse...

novaiorquinos, cláudia, novaiorquinos!! não é um pombo americano qualquer...
kkkkkkkkk

Carla, Julio e Nuno disse...

hahaha!! Ei, posso te lembrar que esta foi a segunda vez? A primeira não foi bem em vc, é verdade, mas foi num desenho que tinhamos q entregar pro Marcelo...poucas horas antes, lembra?!
E, uhu! vc foi pra staten island! Como foi, valeu?
Beijo

Lu Picoral disse...

Que super passeio.
Também quero (tirando a parte do coco, claro)!

harumi disse...

nossa, carla, faz tempo, né? daquela vez não foi um pombo, foi um passaroco bem bonitinho, que estava estressado por ter ficado preso na nossa sala, coitado...
beijocas.

harumi disse...

LU, não desejo a parte do cocô pra ningué! Mas o passeio, este, sim, todos deveriam ir! :-)

c r i s disse...

hhahahah!! Superprivilegiada!! Õ cerejinha, hein? Que demais Harumi, conta mais vai!! Bjo!

Denise disse...

OI Harumi!
Quanta aventura deve ter sido sua viagem! A cagada de passarinho vai ser uma história pra contar em anos. Que tenha sido dias bem divertidos.
beijão

Casa Decorada disse...

Vizinha,preparei um pão e colhí flores para levar para alguns amigos,no caminho, quando passei e ví as luzes de sua casa (blog) me encantei e entrei ...que lindo aqui!
Quando tiver um tempinho passe lá em Casa.
Se resolver se hospedar , preparo minha melhor roupa e também venho para ficar !
Se precisar de algo é só gritar ,moro entre as montanhas e por lá o som faz eco.
Meu nome é Valeria , mas pode me chamar de Va .