quarta-feira, 7 de abril de 2010

fúria e travesseiro

No feriado, marido ficou injuriado quando teve que deitar na rede para ver tv e não tinha mais o travesseiro lá. Eu tinha tirado o bendito, que estava com fronha verde-limão (lindo! argh!), pois além de ficar caindo o tempo todo, ainda ficava nada-a-ver com a decoração da sala. Tá, tá, confesso que a sala não estava lá arrumada e decoradinha (acreditam que não tem almofadas no meu sofá? pois é, 'em casa de ferreiro, o espeto é de pau"...), mas também não precisava esculhachar com o travesseirão verde-limão, né?
Enfim, marido ficou brabo porque o pescoço dele dói quando ele fica 1560 horas deitado na rede vendo televisão. E com razão, vocês não acham? Afinal, feriado é para se descansar, não é?
E a brabeza dele se acentuou mais ainda quando ele lembrou que já tinha 'encomendado' um mini travesseiro (igual a este de gato aqui, mas não de gato, pois "é meio de menina, meio infantil, né?", segundo o próprio) para colocar na rede. Claro que isso foi pra minha lista de encomendas-mais-que-atrasadas.

Conclusão da história: fui pra máquina para não precisar aguentar as consequencias da fúria do diretor faz-tudo da Sati Patchwork. É, não chega a ser meu chefe, mas é quase, e, se ele resolver entrar em greve, vou ficar bem mais atarantada que já estou. Então, o melhor é atender às reivindicações da equipe, pensei.

E eis que juntei uns pedaços de tecidos que sobraram de um trabalho e saiu um mini travesseiro azul que, segundo a cromoterapia, é a cor que acalma (melhor não arriscar, né?). E o diretor-funcionário-cliente ficou feliz da vida quando chegou em casa ontem e me viu terminando o trabalho:
-É o MEU travesseiro?? Êba!!!
E já foi pra frente da tv estrear o produto!
(^_^)

12 comentários:

Jane disse...

oi Ha, vou ficar furiosa também, só pra ver se ganho um travesseirinho lindo desses.
ficou lindo. beijos.

Glau disse...

adorei a história! o meu marido tbém é patrão-consultor-degustador-economista das organizações Quitandoca.

Ficou lindo o travesseiro do seu marido!

Bjokas, Glau

Viviart disse...

Preciso muito fazer isso com um daki de casa para quando receber visitas!!! Só dou conta q ele está terrivelmente feio quando vou pegar o dito cujo pra entregar pra visita (com fronha sobre fronha, claro..........ehehehehee)
Adorei !!

Carla, Julio e Nuno disse...

Dá-lhe Ha! Se o Julio tiver um pití desses...vou ter que apelar pra cavalaria, pq eu e a máquina de costura não nos conhecemos! Ainda! Sério, vou arristar nessa área agora, mas só coisa reta pra começar...kkk! Minha mãe, vendo meu interesse, falou que me dá uma máquina, mas achei prudente testar a paciência na máquina dela primeiro...me conheço! Beijo!

Pavoski disse...

Pô! 1560 horas é um pouco de exagero! Quem dera essa minha vida de "sócio-diretor-vendedor-entregador-metrô-boy" (e marido!) fosse tão tranquila, rsrs

artesanal.blog disse...

Nada como um pouco de pressão pra agitar a produção, hein? haha

Beijos!

Coisinhasdalili disse...

Lindo! E diz pra ele que está "super de menino"!!!kkk

harumi disse...

oii, pessoal!
muito obrigada pelos comentários! fico muito feliz!!
espero que não fique na moda que os nossos consultores-diretores-feztudo se revoltem...kkkk....
beijoconas!

harumi disse...

ops, quis dizer: consultores-diretores-fAztudo...

harumi disse...

Vivi e Carla, quero ver o que vcs fizeram depois, hein? bjks.

Mina disse...

Que fúria bem aproveitada!! ficou uma graça e bem com jeito de menino. Adorei as combinações dos tecidos Harumi! Agora você vai fazer um parzinho tipo um vermelhinho para você? beijinhos e bom final de semana!

harumi disse...

Mina! sabe que foi exatamente isso que falei quando terminei o dele? Que tinha que fazer um vermelho pra mim, pra ficar 'de par'! rsrs. beijocas.