segunda-feira, 4 de fevereiro de 2013

cocada da lata

Janeiro me trouxe encontros com pessoas queridas que há muito não via e/ou não passava tanto tempo! Encontros programados e outros nem tanto, que foram como um abraço apertado de urso nesta carcaça véia. E trouxeram muitas memórias felizes e histórias engraçadas.
A postagem de hoje é uma dessas histórias. Minha tia que mora lááá longe estava na cidade, bem pertinho da minha casa, com suas filhas, genros e netos. Uma invasão japa no Rio de Janeiro! hahaha. Fazia muitos anos que não encontrava este povo e, claro, como em toda reunião de família, lembramos de brincadeiras e histórias de uma terra distante, que aconteceram a long time ago...

Quando eu ia visitar a minha vó nas férias de inverno naquela terra quente que a família morava, era uma festa só! Todos os primos moravam em casa e pra mim e meus irmãos, crianças de apartamento, isso por si só era uma festa! 
Bem, tem uma brincadeira que fazíamos na casa de todos os tios e da minha vó que é muito viva na minha memória: cozinhávamos cocada no quintal. Crianças de até dez anos pediam para algum adulto pegar um coco do quintal e abrir. A participação do adulto acabava aí. Raspávamos o coco, acrescentávamos açúcar roubado da cozinha e colocávamos tudo numa lata de leite em pó vazia. Montávamos com tijolos ou pedras um fogareiro em algum canto do quintal ou jardim e era só se revezar para mexer a mistura até cozinhar. Ah, eu me lembro de mexermos com galho mesmo... E depois, claro, todos comiam a deliciosa cocada!!! Se dava piriri? Provavelmente só na primeira vez. Ou nem dava, se a gente não se lembra é porque nem aconteceu! hahahaha. Os donos das casas deviam adorar a grama queimada depois...
Aliás, lembrando dessa história e achando tudo um horror pros dias de hoje - "Como a gente não se queimava?" "Como as mães (loucas) deixavam a gente fazer isso?" "Que perigo, né?" "E a (falta de) higiene da cocada?" "E a lata enferrujada?" - ficamos com um sorriso no rosto, daqueles que só quem teve uma infância feliz poderia ter! (^_____^)

2 comentários:

Duda - @cha_para_dois disse...

Fiquei imaginando a cena! hehehehe
incrível como "antigamente" corríamos perigo e nada acontecia!! Acho que também tinha uma ingenuidade dos pais também... hoje a coisa está séria demais!
Mas aí é que é legal, é algo diferente, fora do comum! Por isso essa lembrança ficou viva e vai lembrada por muito tempo :)

adorei!! :D

mil nishi disse...

Velhos e bons tempos... Tbm adorei revela, obrigada pelas dicas, pela atencao e otimos momentos.
Um grande beijo, Regina